João Dória 2018 Presidente – O Brasil está Preparado?

A eleição de 2018 para presidência está chegando e o nome de João Dória está entre os que despontam como favoritos para a conquista do pleito. Dória Presidente em 2018 é o desejo de uma parcela da sociedade – àquela ligada à Direita mais centrista, liberais e alguns membros da esquerda mais moderada que estão desapontados com os fatos ocorridos nos últimos anos no Brasil. É a sua também?

Aqui vamos discutir alguns pontos interessantes que devem ser levados em consideração sobre a eventual candidatura e possível eleição do empresário e atual Prefeito de São Paulo. Entre os pontos que serão levantados, destacam-se:

  • O que aconteceria se ele fosse eleito?
  • Ele tem alguma chance?
  • O que pensa Dória para o país?
  • Quais os principais concorrentes?

Mas antes de levantar esses 4 pontos, vamos conhecer uma breve biografia do candidato:

Quem é João Dória?

Empresário bem sucedido e ex-apresentador de programas de entretenimento e entrevista, João Agripino da Costa Doria Junior é o atual prefeito da maior cidade do Brasil – São Paulo. Ele nasceu em 12/12/1957 no estado de São Paulo. Pai de 1 filho, o político é filiado, atualmente, ao PSDB.

Em sua primeira empreitada na política (em cargos de alto nível), ele desbancou Fernando Haddad (PT) que tentava reeleição. Já teve outras experiências políticas, tendo destaque quando foi Secretário Municipal de Turismo da cidade de São Paulo na gestão de Mário Covas.

Dória é uma das pessoas mais influentes do país e destaca-se por sua condução com um viés mais empresarial da grande metrópole, deixando para trás alguns “vícios” de políticos mais tradicionais – Dória gosta de deixar claro que não é um político. Ele também se destaca por ser um dos maiores opositores do ex-Presidente Lula e do PT (afinal, é um dos pouco políticos que não tem seu nome ligado à corrupção investigada, principalmente, em operações como a Lava-Jato).

O que aconteceria se ele fosse eleito?

O que vamos levantar aqui são apenas especulações com base no comportamento atual do prefeito. Pelo menos, é isso que sua base de eleitores espera caso Dória seja eleito Presidente do Brasil em 2018.

Amizade abalada com Alckmin? O Governador de São Paulo é o principal padrinho político de Dória e um dos postulantes ao cargo de candidato do PSDB à presidência em 2018. Como essa amizade ficaria, caso Dória “furasse a fila”?

Reformas de Temer seriam Ratificadas: Dória iria corroborar as principais reformas de Temer – Previdência e CLT, afinal, Dória não esconde de ninguém o apoio ao atual presidente no que se refere às propostas que estão em andamento e que flexibilizam a CLT e a reforma da Previdência.

Um olhar diferenciado na condução do país: Certamente, Dória colocaria em prática muitos dos conceitos empresariais na gestão do país. Privatizações? Talvez seria uma das linhas do atual prefeito de São Paulo caso ele chegasse ao posto máximo da política brasileira.

Dória Tem Alguma Chance de ser Presidente em 2018?

Mesmo aliado a um grupo político que, com frequência, é citado em delações da Laja-Jato, João Dória consegue se manter imune. Sua popularidade cresce a cada nova ação divulgada em seu Facebook e seus constantes ataques a Lula viralizam muito nas Redes Sociais.

Além disso, Dória conta com um apoio de pessoas influentes (na mídia, nas grandes empresas e no meio artístico), o que faz sua imagem como um gestor eficiente e preparado ficar ainda mais em evidência.

O crescimento da rejeição à esquerda também é outro fator favorável para que Dória conquiste uma parcela significativa de votos. Além disso, eleitores que não são alinhados com ideias mais extremistas, como Bolsonaro, também encontram no eventual candidato uma pessoa a quem confiar o voto.

Com essas informações postas, é possível acreditar que existe sim uma chance de João Dória ser Presidente do Brasil, porém, ele deverá contar com a indicação do seu partido – e aí que está o grande desafio, afinal, o PSDB conta com diversos postulantes ao cargo, como Geraldo Alckmin (já citado acima), Aécio Neves (presidente da sigla) e José Serra (ex-ministro de Relações Exteriores).

O que pensa João Dória para o país?

Levando em conta a interpretação de várias entrevistas dadas pelo candidato, o Brasil de João Dória seria conduzido com práticas muito comuns em gestões empresariais (onde o atual prefeito de SP se destacou durante toda a sua vida).

O PSDB não é um partido de Direita (desculpe se estou te frustrando com essa informação), portanto, o conservadorismo não deve ser a tônica da eventual gestão de Dória. O Liberalismo talvez seja a vertente que conduzirá as ações caso João Dória seja Presidente do Brasil.

Privatizações? Aguarde, pois há grandes chances delas acontecerem…

Quais os principais concorrentes?

Os nomes mais comentados para concorrer nas eleições presidenciais de 2018, além do próprio prefeito de São Paulo, são:

  • Lula
  • Jair Bolsonaro
  • Ciro Gomes
  • Marina Silva

Mais visitados: